27 de jan de 2010

Haitianos da fé!


Diante do último acontecimento, classificado como catástrofe natural, me refiro a o ocorrido no Haiti, vou citar algumas informações sobre o país somente para maior conhecimento da situação.


Trata-se do mais pobre país das Américas e um dos mais pobres do mundo. Com um total de 27.750 quilômetros quadrados, equivalente aos estados de Sergipe e Alagoas, no Nordeste, e quase nove vezes menor do que São Paulo, o Haiti possui uma população estimada em 9,7 milhões de habitantes. Eles vivem com uma renda per capita de apenas US$ 612, de acordo com dados de 2008 da ONU (Organização das Nações Unidas). O valor coloca o país na 154º posição do ranking do FMI (Fundo Monetário Internacional) abaixo do Timor-Leste (130º), na Ásia, uma das nações mais pobres do mundo. Para efeito de comparação, ainda segundo dados da ONU, o Brasil possui renda per capita de US$ 6.852, onze vezes superior a do Haiti. Quase 90% da população vivem em estado de pobreza e o desemprego atinge 70% dos haitianos, sendo que a metade da população é analfabeta.


Estas informações acima mencionadas são antes do terrível terremoto de grau 7 [na escala Richter];


Diante desta circunstancia comecei a analisar a situação de forma especial, busquei algumas informações sobre o assunto mais detalhadas, em artigos, revistas, conversa com amigos e com Deus por meio da palavra.


Relacionei este fato do mundo natural com o mundo espiritual, fiz um paralelo da situação dos Haitianos com a situação em que muitos se encontram espiritualmente.


Cheguei à conclusão natural que o mundo e muito imediatista, pelo o que eu pesquisei o Haiti sempre foi um país com condições precárias de saúde, educação, alimentação e outros atributos essenciais a vida humana, porem só foi dada uma maior atenção a o abandono daquela população logo após o incidente, só foi descoberto por uma grande parte do mundo “incluindo eu mesmo” que os haitianos não levavam uma vida digna; Perguntei-me, “Os haitianos só se tornaram dignos de ajuda após a catástrofe?”.


“Conclui espiritualmente que também somos imediatistas “espiritualmente falando, olhe a o seu redor, quantos ““ haitianos da fé” você conhece? quantas pessoas que fazem parte do seu circulo relacional cotidiano vivem a precariedade espiritual, sem ter o necessário para viver eternamente e desfrutar de uma verdadeira liberdade.


Porem só notamos a necessidade do nosso próximo depois do terremoto, só percebemos que o “haitiano da fé” existe depois que algo do tipo grau 7 [na escala Richter], aconteça na vida dele.


Sabemos da necessidade de alimento (palavra), saúde (comunhão), liberdade (conhecimento da verdade), estabilidade (fé em Cristo) e outras coisas mais que são essenciais para vida espiritual; Veja as necessidades espirituais do “haitiano da fé” se assemelham muito com as dos haitianos naturais concorda?


No mundo espiritual assim como no material não conseguimos prever o momento exato da catástrofe, mais espiritualmente falando conseguimos preparar o “haitiano da fé” para o acontecimento com uma atuação preventiva fazendo assim o mesmo fixar suas raízes no evangelho, isso não garante totalmente a não queda mais funciona meio que como um plano de como agir no terremoto, vamos adotar então uma preventiva e uma pós preventiva um plano B no popular.


Obs. “Daria um bom guia, titulo: Como agir em ações de catástrofes espirituais, Autor: Jesus Cristo” o maior salva vidas de todos os tempos” nada vê com a mensagem só pra descontrair ”.


Adotemos então como preventiva o que e ensinado em, Gl,5:22 amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança; Para com aqueles que ainda estão precários na fé.


Porem muitos cairão mesmo com a preventiva acima citada, nesse caso nós resta o resgate dos sobreviventes que esperam nosso socorro em meio aos escombros do acontecimento podemos adotar como procedimento de resgate o que é dito em Mt, 20:28 Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.


Que tomemos atitudes diferentes a o mundo pois 1JO: 4:20 Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?


Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário